Sicoob Credip completa 16 anos

21 12 2012

Em 21 de dezembro de 1996, 53 pessoas acreditaram na ideia e fizeram um sonho acontecer. Diante de instabilidades do mercado financeiro e da escassez dos serviços que estavam por vir, principalmente em pequenos municípios, o governo incentivou a criação de cooperativas de crédito.

A partir daí, comissões foram formadas em vários municípios com a intenção de auxiliar a formação de cooperativas. Em Pimenta Bueno a ação contou com o funcionário da Emater Edson Quevedo (conselheiro da Sicoob Central Norte), o Prof. Aloísio Linhares e Bruno Lostcher, que montaram o estatuto da cooperativa e convocaram uma reunião para o dia 21/12/1996, onde 76 pessoas estiveram presentes. Ao final da reunião, estava fundada a Cooperativa de Crédito Rural de Pimenta Bueno com 53 cooperados e R$ 5.300,00 de capital.

Atualmente a Sicoob Credip está presente em 19 municípios, com 21 postos de atendimento, e o mais importante é que na cooperativa o cooperado não é tratado como um mero cliente, um número, mas sim como pessoa, como dono.

A SICOOB Credip se destaca em tamanho, em volume de ativos, em número de cooperados, enfim, é a maior cooperativa do estado. Contudo, para que a cooperativa tenha destaque no mercado, é necessário que seu ambiente interno também se mostre organizado.

Dessa forma, o mérito de tantas conquistas é em grande parte de seus colaboradores, que são os responsáveis pela credibilidade que a sociedade e os cooperados têm na cooperativa. Tudo isso é resultado dos benefícios que a cooperativa proporciona aos seus colaboradores, além da constante busca de profissionalização através de capacitação técnica e desenvolvimento pessoal, refletindo diretamente na qualidade de atendimento ao cooperado.

O reconhecimento de investimento em recursos humanos na cooperativa figurou-se com o Prêmio Você S/A Exame: As 150 melhores empresas para se trabalhar em 2011 e 2012, fortalecendo a ideia de que a cooperativa realmente visa o constante aperfeiçoamento do quadro de colaboradores para que o cooperado obtenha o resultado desejado.

Contudo, mesmo com tantos avanços financeiros e expansão mercadológica, a cooperativa sempre esteve voltada à cultura cooperativista, no qual o cooperado é o agente principal desse processo. Esta prioridade encontra-se explícita em sua missão e visão, além de se materializar através da disposição da cooperativa em alavancar o cooperado em sua atividade econômica, cumprindo assim, o objetivo essencial de uma cooperativa.

Por: Alessandra Moura

Gerente de Marketing e Desenvolvimento Cooperativo

Gestora de Cooperativas – UFV/MG





Serviço de SMS do Sicoobcard é reestruturado

5 12 2012

O SMS Sicoobcard foi reestruturado e a partir de agora, oferece um pacote único de mensagem por celular cadastrado. A novidade substitui a variedade de pacotes SMS oferecidos até então, por apenas um único pacote. O associado que contratar o serviço receberá uma mensagem sempre que realizar compras e saques acima de R$ 50 com o cartão Sicoobcard, na função débito ou crédito, caso o cartão seja múltiplo. O SMS também avisará o pagamento e fechamento da fatura do cartão Sicoobcard.

O serviço de SMS ilimitado está disponível para o associado que possuir qualquer cartão da família Sicoobcard múltiplo ou puro crédito com limite, e custa R$3,50 por mês, independente da quantidade de mensagens enviadas, tanto para pessoa física quanto jurídica. O titular do cartão também receberá SMS avisando das transações realizadas nos cartões adicionais. O associado que possuir algum dos pacotes anteriores migrará automaticamente para o novo SMS Sicoobcard ilimitado.

A partir do mês seguinte à adesão, o serviço passa a ser cobrado na fatura do portador. Associados em viagem ao exterior também receberão mensagens. Para tanto, o portador deverá solicitar em sua operadora de celular a liberação para uso no exterior, além de consultar as condições de roaming internacional.

Fonte:  http://blogsicoob.com.br/index.php





SICOOB Credip chega em mais uma localidade.

18 07 2012

Na noite do dia 13 de Julho, a SICOOB Credip chegou a mais uma localidade. Com a presença de seu Presidente, dos Diretores Presidente e Operacional e do Gerente de Crédito, o novo Ponto de atendimento de Costa Marques foi inaugurado. O novo Posto é o vigésimo primeiro Ponto de Atendimento da SICOOB Credip, que aumenta ainda mais o que já era a maior rede de atendimento de uma cooperativa no estado.

O evento aconteceu no próprio Ponto de Atendimento, contando com colaboradores da SICOOB Credip de diversas localidades e de convidados da comunidade local. Representantes da Prefeitura Municipal destacaram a importância da cooperativa para a cidade, já que Costa Marques só contava com uma instituição financeira e a chegada do SICOOB é sinônimo de progresso para Costa Marques.

O Sr. Jonas Alves apresentou a cooperativa e seus benefícios, destacando que em uma cooperativa o cooperado não é apenas cliente, mas dono. Em seguida, o Diretor Fabio Correia destacou os benefícios da cooperativa não só para os cooperados, mas para a Cidade, uma vez que essa passa a influenciar o relacionamento das agências bancárias da cidade com os seus clientes.

Para finalizar, as autoridades fizeram a inauguração oficial abrindo a fita Inaugural e os presentes puderam entrar e conhecer as instalações do SICOOB em Costa Marques, um prédio moderno, pronto para atender seus novos cooperados.

Por:  Warley Morbeck

Alessandra Moura





SICOOB Credip lança Política de Apoio a Projetos Sociais

19 06 2012

Visando o desenvolvimento social das comunidades em que está inserida, a SICOOB Credip lança a Política de Apoio a Projetos Sociais.

Projetos ligados a cultura, educação, esportes, inclusão digital e social, geração de trabalho e renda na área de atuação da cooperativa poderão ser selecionados e receber apoio financeiro para seu desenvolvimento.

Fique por dentro e aproveite esta oportunidade. Procure a SICOOB Credip mais próxima de você para mais informações.

As inscrições dos projetos para o segundo semestre estão abertas até 15 de agosto de 2012.

Política de Projetos Sociais





SICOOB Credip avança na Educação Cooperativa

7 05 2012

O SEJA+ é um projeto que foi criado com o intuito de formar Agentes de Desenvolvimento Cooperativo (ADC) no quadro de colaboradores da SICOOB Credip. O ADC possui um importante papel na disseminação do cooperativismo, bem como servirá de apoio na realização de diversas atividades ligadas ao tema no dia-a-dia da cooperativa. Além disso, nosso colaborador possui uma proximidade tão evidente com nosso cooperado capaz de torná-lo participativo e, aos poucos, fidelizá-lo. A formação é composta por dez módulos realizados mensalmente na sede da cooperativa desde fevereiro/2012.

O módulo inicial (realizado nos dias 04 e 05 de fevereiro) apresentou a formação do cooperativismo enquanto modelo econômico alternativo, a contextualização história para seu surgimento e ampliação bem como os precursores que pensaram e disseminaram esta ideia. O professor Henrique Labaig ministrou sobre a contextualização histórica e sobre os diversos aspectos que oportunizaram a construção do cooperativismo. Enquanto Osmar Junior (Ger. Administrativo), Alessandra Moura (Ger. de Desenvolvimento Cooperativo) e Dayane Sousa (graduanda em Cooperativismo – UFV) apresentaram os principais precursores da doutrina: P.C. Plockboy, John Bellers, Robert Owen, William King, Charles Fourier, Philippe Buchez e Louis Blanc e suas principais contribuições.

O segundo módulo foi ministrado por Cleiton Milagres – sócio-diretor da Equilibrium Assessoria Projetos e Capacitação, que apresentou a doutrina cooperativista, os pioneiros de Rochdale, constituição de cooperativas e o funcionamento destas. Neste módulo o instrutor utilizou da metodologia participativa, através de técnicas de visualização móvel para levantamento de conhecimentos dos participantes.

O terceiro módulo foi ministrado pelo Gerente de Capacitação do SESCOOP/RO Eduardo Soares Pessoa, que nos apresentou os ramos do cooperativismo, desde seu surgimento até sua situação atual, e a contribuição da OCB no cenário cooperativista.

O projeto ainda está no início, porém o sistema cooperativista é repleto de informações e conhecimentos, o que torna cada módulo de suma importância na formação de nossos colaboradores.

Acreditamos que este é o pontapé inicial para que a cultura cooperativista SEJA+ nas atividades de nossos colaboradores e que essa, um dia, SEJA PARTE da vida de nossos cooperados.

Acompanhe nossos módulos através das fotos.

Por: Alessandra Moura

(Gerente de Desenvolvimento Cooperativo)





Sistema SICOOB comemora 15 anos

26 09 2011

Evento realizado nesta quinta-feira (22/9) reuniu representantes de todas as regiões do país

“Os números mostram que estamos em contínuo crescimento. O Bancoob, o banco do Sicoob, foi o segundo que mais cresceu em depósitos no último ano, entre 150 instituições financeiras, segundo levantamento da revista Exame. E isso, nós devemos a todas as cooperativas que integram e acreditam no sistema. Os resultados mostram um esforço conjunto para o aprimoramento dos nossos serviços e produtos”. Com essas palavras, o diretor-presidente do Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob), Marco Aurélio Almada, falou às lideranças cooperativistas presentes no 2º Pense Sicoob, entre estas o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, na tarde desta quinta-feira (22/9), em Brasília (DF).

Em seu pronunciamento, Almada também ressaltou que hoje o Bancoob ocupa a 22ª posição entre essas instituições. “Em um ano, demos um salto extraordinário, vencemos 13 posições, passando da 35ª para a 22ª. Esse é o Sicoob que estamos construindo juntos. Por isso, tenho orgulho de fazer parte desse sistema”, disse.

Na sequência, o presidente da OCB parabenizou a todos, enfatizando a forte unidade conquistada pelo sistema Sicoob, que o levou a vencer os desafios nesses 15 anos de história. “Isso vem em decorrência de uma busca constante pelo aperfeiçoamento da gestão, do profissionalismo dos negócios e dos processos de governança”, comentou. E falou ainda sobre as tendências: “é momento de ousar, inovar e desenhar o futuro que queremos construir, um cooperativismo justo, contribuindo para o desenvolvimento do país”.

Freitas também lembrou o importante papel desempenhado pelo Banco Central do Brasil (BC) para o desenvolvimento e a consolidação do cooperativismo de crédito. “Mais do que um órgão regulador e fiscalizador, o Banco Central é nosso companheiro de jornada nesse caminho de evolução”, disse.

O 2º Pense Sicoob foi realizado com o objetivo de avaliar os resultados alcançados nos últimos 15 anos e traçar metas para o futuro.

Saiba mais –  O Sicoob, maior sistema de cooperativas de crédito do Brasil, reúne 2 milhões de associados, 576 cooperativas singulares, 15 cooperativas centrais e uma confederação. Ele completa 15 anos de atuação juntamente com o Bancoob, seu braço financeiro, e o Sisbr, rede que interliga todas as cooperativas do sistema no país.

Fonte: OCB/SESCOOP





Cooperativismo – Primeiras Lições

28 01 2011

Definições conceituais – Cooperativismo – Cooperativa – Cooperado

Muitas definições podem ser aplicadas ao conceito de cooperativismo. Hoje em dia a melhor definição e que enfaticamente os órgãos representativos fazem questão de destacar é a de “um movimento, filosofia de vida e modelo socioeconômico capaz de unir desenvolvimento econômico e bem-estar social”. Tal movimento tem como referencias fundamentais a democracia, a solidariedade, a independência e à autonomia. A organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) destaca que esse sistema é fundamentado na reunião de pessoas e não no capital. Visa às necessidades do grupo e não do lucro. Busca prosperidade conjunta e não individual. Estas diferenças fazem do cooperativismo a alternativa socioeconômica que leva ao sucesso com equilíbrio e justiça entre os participantes. Pode-se dizer ainda que o Cooperativismo é um sistema econômico que faz das cooperativas a base de todas as atividades de produção e distribuição de riquezas, tendo como objetivo primordial difundir os ideais em que se baseia com o intuito de atingir o pleno desenvolvimento social e econômico.

As Cooperativas por sua vez representam associações e/ou sociedades de pessoas em prol de objetivos comuns, buscando atender seus interesses de acordo com as condições estatutárias. As cooperativas são criadas de acordo com a necessidade do grupo interessados na cooperação e com objetivos de participar das decisões de seu próprio empreendimento, afinal todo cooperado é dono de sua cooperativa. A avaliação da eficiência das mesmas não pode levar em conta apenas a obtenção de sobras para seus participantes visto que além de donos eles são também clientes da “empresa” cooperativa, permitindo que os resultados auferidos possam ser econômicos, sociais, educacionais, agregadores de qualidade de vida, de renda, ou outros conforme os objetivos da mesma. Acima de tudo, as Cooperativas são associações ao serviço de seus membros. Estes membros recebem o nome de Cooperados. Os cooperados são os associados da cooperativa que integralizaram uma parte de seu capital e exercem seus direitos e deveres de cooperados.

A integralização de capital representa uma parte do capital investido no ato da associação dando condições para que o mesmo utilize benefícios iguais aos dos outros cooperados. Diferentemente das empresas e S/A onde o poder de voto se dá por número de ações, nas cooperativas esta alternativa não é viável. Cada cooperado é responsável por um voto, o seu volume de transação não interfere no número de votos.

Todo Cooperado é responsável pelo direcionamento que a cooperativa está tomando, para você que é cooperado faça valer sua condição. Informe-se!Conheça o estatuto de sua cooperativa, participe das assembléias e ajude no desenvolvimento do seu empreendimento e de toda região.

Primeiras Lições





O Cooperativismo como gerador de renda e o seu impacto social

26 11 2010

As Cooperativas, por suas características de valorização da individualidade do associado e da cultura local, exercem um importante papel econômico e social em suas comunidades e respectivas regiões como geradoras de muitas oportunidades de trabalho e renda, como importantes instancias de viabilização especificamente dos micro e médios empreendimentos agropecuários, industriais e de serviços. Convém considerar que o cooperativismo é um dos melhores mecanismos de distribuição regional da renda, já que qualquer melhoria de renda e ganho para os associados, representa geralmente uma imediata aplicação dos ganhos em investimentos e melhorias no patrimônio dos associados, nas localidades onde possuem suas raízes e a maior parte de suas vivências e aspirações.

Ora, estas funções apresentadas, chocam-se frontalmente com os valores e as atitudes do modelo de desenvolvimento hoje hegemônico, que é o modelo neoliberal capitalista altamente competitivo, beirando a situações de efetivos conflitos sociais, que geram de um lado crescente criação de privilégios para poucos, com progressiva concentração de riquezas, de propriedade e de domínio do saber, em detrimento das grandes maiorias, cada vez mais marginalizadas e excluídas.

Além das cooperativas praticarem preços mais justos, tanto na compra como na venda dos produtos de seus e para seus associados, existe também o diferencial das cooperativas na distribuição das sobras ao final do exercício. Em qualquer das situações, sejam elas os negócios no dia-a-dia ou na distribuição dos excedentes, as cooperativas praticam a distribuição regional da renda. Esta renda é potencializada pelo efeito multiplicador da moeda, visto que, tais recursos ao circularem no município ou região em que foram gerados, propiciarão novos negócios, novos empregos e mais renda para as próprias comunidades. Se tais recursos tivessem sido operados por empresas privadas provavelmente os preços dos produtos, tanto os pagos como os cobrados, seriam diferenciados, diminuindo o poder de compra dos consumidores ou fornecedores. Da mesma forma, os lucros obtidos pelas empresas privadas tenderiam a ser transferidos para outras regiões do estado ou do país, e mesmo que permanecesse no mesmo município em que foram gerados ficariam concentrados na mão de poucos, os donos de tais empresas.

INCLUSÃO SOCIAL: Por inclusão social entendia-se inicialmente o combate à exclusão social, geralmente ligada a pessoas de classe social, nível educacional, portadoras de deficiência física, jovens marginalizados, egressos prisionais, idosas ou minorias sociais entre outras que não tem acesso a várias oportunidades. Inclusão Social é oferecer aos associados oportunidades de participarem da distribuição de oportunidades de trabalho e de renda do País, dentro de um sistema que beneficie a todos e não somente uma camada da sociedade. O modelo econômico vigente no mundo se alimenta da exclusão de grande parcela da população em relação aos meios de produção. É sabido que as cooperativas surgiram e continuam surgindo em tempos de crise.

As cooperativas permitem obter a realização econômica para seus associados, distribuem renda, geram benefícios sociais e no plano político, permitem ao associado espaços de participação e a assunção do protagonismo no processo decisório da atividade econômica e organizacional. Há quem entenda que o cooperativismo pode ser considerado uma terceira via, entre o capitalismo e o socialismo que pode levar a inclusão social, pois ao gerar empregos para a sociedade, as pessoas estão sendo incluídos no processo produtivo.

EDUCAÇÃO COOPERATIVISTA: Para fazer parte de uma cooperativa, diferente de uma empresa capitalista, é necessário que além de ser capaz na função, saiba exatamente a filosofia do movimento. É impossível falar em cooperativismo e em inclusão social sem ter conhecimento sobre o assunto.

Texto extraído do Jornal Cooperativista do Sicoob Amazônia (Edição 71) e de autoria de José Odelso Schneider.





Pré-assembleia em Pimenta Bueno

9 11 2010

O PAC 01 realizou a última pré-assembleia deste ano, às 19:30h, no Clube Apidiá.

Veja as outras fotos aqui!





Sicoob Credip comemora Dia Internacional do Cooperativismo de Credito (DICC)

9 11 2010

No dia 21 de Outubro, os PAC’s receberam seus cooperados de forma diferente. Os colaboradores vestiram uma camiseta, confeccionada especialmente para a data, e distribuíram cartões com o significado do dia.

O objetivo da ação foi chamar a atenção do público para a força do cooperativismo de crédito, bem como fazer com que o cooperado se sentisse agente desse sucesso.

SICOOB, Um lugar confiável para atender você!

Veja, abaixo, as imagens deste importante dia!

Fotos PAC 00 Fotos PAC 01PAC 04 / PAC 02








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.768 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: